quinta-feira, 22 de julho de 2010

Resgatando os contos de fadas, lendas e fábulas.

Achei linda essa mensagem abaixo , é uma reflexão interessante sobre os contos de fadas.
Danni *-*

“Aaaatirei o pau no gatôtô!...”

Cantiga de roda de antigamente,

Mas o gato correu e não voltou

Levando a mocidade da gente.

E nunca mais brinquei de roda!...

Dona Chica até percebeu,

Quando cantava boca de forno

Que também desapareceu.

Lá se vão tanto tempo...

E eu aqui fico a relembrar,

Minhas noites enluaradas

Que eu vivia a cantar.

A lua não mais clareou

E a mula sem cabeça ficou vagando.

Cadê Sacy Pererê o brincalhão

Que às vezes chegava pulando?

E o Lobisomem famoso

Peludo até sua garganta,

Que espantava a meninada

Nas noites de semana santa?

Lembro-me do Pai Francisco

Entrando na roda com o violão,

E lagarta pintada que a velha pintou!

Saudades!...

Nunca mais cantei não!

As lendas, os contos as fábulas,

As cantigas de roda!

Esqueceram!

Só as crianças do meu passado

Estas culturas, este folclore, viveram.

É preciso resgatar tudo isto

Esta cultura está quase esquecida,

Sempre irei lembrar da Gata Borralheira

Chapeuzinho vermelho

e a Bela Adormecida.

A Bela e a Fera, que clássico!

A Wall Disney veio nos oferecer,

As crianças sem vícios e sem drogas

São resgates que temos que fazer.

Vamos devolver as crianças

A cultura que delas foram tiradas,

É o mínimo que podemos fazer

Antes que fiquem marginalizadas.

Nos contos de fadas eu vejo

A beleza e a pureza da fantasia,

Que faz brotar nas crianças o sorriso

Porque este é o Sol que irradia.

O sapatinho da Gata Borralheira

Fazendo a mesma virar Cinderela,

A Galinha dos Ovos de Ouro

Com suas cores amareladas.

Vamos trazer para as escolas

Histórias para serem contadas,

Fábulas, contos, lendas e parlendas

Farão crianças mais animadas.

Porquê foram esquecidas

Esta riqueza cultural?

Também o mundo globalizou nisto

Trazendo para nós este mal?

Em meus sonhos dormem coisas sossegadas

São coisas de antigamente,

Na lembrança da professorinha

Contando histórias pra gente.

O urubu e a festa no céu

A ousadia do sapo neste enredo!

Despencando da viola lá do alto

Querendo ser mais forte que o lajedo.

São historinhas jamais esquecidas

Pelas crianças do meu passado,

E para as do amanhã ter

É preciso que sejam resgatados.

Façamos com que as crianças tenham

E sintam mais vontade de viver,

Fala dessa riqueza cultural

Por que elas precisam saber.

Cante cantigas de roda

Relembre o nosso passado,

Conte um conto, uma fábula;

E terás crianças alegres do teu lado.

Fale dessa cultura quase falida

Que por desenhos violentos trocam,

Propaga a violência na tv

Que só crime e maldade mostram!

Resgate tudo isto professora

A sua escola tem vídeo e tv,

Mostre a criança esta fantasia

Que ela agradecerá a você.

Quem sabe a criança de rua

Também pudesse assistir,

Talvez se sentiria mais feliz

Neste milagre que é o sorrir.

Ah! Se essa rua fosse minha!

De ladrilhos eu iria calçar,

Pra gente brincar de roda

Em qualquer noite de luar.

A queda de Terezinha

A briga do cravo e a rosa,

A chegada dos três cavalheiros

Levantando a dama pomposa.

As mil e uma noites

Que passaram de lá para cá,

Roubada pela cultura

Do ladrão de Bagdá.

Ali Babá e os 40 ladrões Abre-te Sésamo!

A porta abria, Mostrando as jóias da realeza

Que os estes ladrões escondia.

A Princesa e o Plebeu

Alice no país das maravilhas,

Que de pipocas em pipocas

Reuniram muitas família.

Muitos escreveram tesouros

Hoje quase enterrados,

Vamos voltar no tempo

Para serem resgatados.

Monteiro Lobato nos deixou

Um legado de estórias,

Malba Thaan, Cecília Meireles...

Também tiveram esta glória.

Wall Disney o America no Com sua simplicidade,

Deixou para todos nós

Os filmes da eternidade.

Filme que uma criança

Por mais triste que esteja,

Daria suas gargalhadas

Que a felicidade almeja.

Entraram em nossos lares

Através da televisão,

A cultura da violência Exportada do Japão

Yoguiô, O Ex Man Goodzila,

Dijemon, Robocop, Paul Ranger

Meta Boots e Pokémon.

Todos estes desenhos

Alimentam a criminalidade,

São dragões e também robôs

Com requintes de crueldades.

Por isso urgentemente

É preciso desligar,

As Tvs desses programas

Para tudo melhorar.

Será uma vitória perfeita

Do mal perdendo pro bem,

E o começo do resgate

Será aqui em Itanhém.

Airam Ribeiro,

0 comentários:

 
©2008 Elke di Barros Por Templates e Acessorios